domingo, 8 de março de 2009

Às mulheres

Às lindas e grandes mulheres que fazem parte da minha vida – minha mãe cheia de graça, minha irmã de coração doce, as queridas que trabalham comigo e as com quem já trabalhei, as que são minhas vizinhas, as que estão longe, as que se tornaram amigas por meio de outras pessoas, as que me deram colo, as que me deram broncas, as que me disseram verdades – e a todas as outras do mundo inteiro,

Feliz Dia Internacional da Mulher!

Sem clichês de sexo frágil porque somos, sim, o sexo forte. Damos sempre a volta por cima, batalhamos, enfrentamos rejeições, sentimos desatenções, choramos uma saudade, gritamos a nossa alegria, sonhamos também de olhos abertos. Ser mulher é ser bela com sorriso no roso e com lágrimas nos olhos, é ser companheira quando nem sequer se está junto, é ver um abraço surgir e as mãos se abrirem a quem se aproxima.

E que não sejamos lembradas, homenageadas e elogiadas somente neste dia.

Beijos, abraços, colo, cafuné, em e para todas as mulheres que fazem deste lugar um mundo menos imundo.

4 comentários:

Tatiana Coêlho disse...

"as com quem já trabalhei" Me deu uma saudade de ouvir sua gargalhada...

Somos sim o sexo forte e ainda com olhar doce!
Feliz dia da Mulher querida!!!

Beijosss

caminhobrasilia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jack disse...

De fato, nós homens temos que admitir, sem aquela postura infantil de achar que se é menos ou mais por admitir, não aguentaríamos 1/3 de dor, angústia, aflição, decepção, frustração, etc...como vocês suportam.
Temos muito o que aprender com vocês, falta agora, para a grande maioria de nós, admitir que podemos aprender! rsrs...
Belo blog! Um estímulo a reflexão.
Bjócas,
Jack

Jasao disse...

;-)

meu texto é, claro, também dedicado a você...