segunda-feira, 16 de março de 2009

Exposição revela Olhares dos jovens com Síndrome de Down

Ana Rita Gondim
Correiobraziliense.com.br

Para comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down (21/03) e o cinquentenário da descoberta do cromossomo 21, a cidade receberá nesta segunda-feira (16/03) exposição de telas e fotografias de jovens portadores da síndrome. Com o nome sugestivo Olhares, a mostra refletirá, como explica a presidente da Associação de Mães em Movimento (Amem/DF), Lurdes Danesy, o ponto de vista deles próprios perante o mundo e as coisas à sua volta.

“A gente tem uma mania de querer falar por eles. Quando alguém quer saber alguma coisa sobre meu filho, eles perguntam para mim e não para ele. E ele já sabe falar direitinho, tem 13 anos, está na 5ª série. Olhares é a forma como eles veem o mundo, é olhar deles, não o nosso”, esclarece Lurdinha, como prefere ser chamada, mãe de Lúcio Piantino, que exporá suas telas esta semana.

A mostra, que é uma só, se divide em duas apenas em formato e local. Na Biblioteca Nacional de Brasília, serão expostas 16 telas de Henrique Grochocki, Lúcio Piantino, Melina Pedroso, e Tonico Araújo. Os jovens pintores, de acordo com Lurdinha, já expuseram seus trabalhos antes. “Já são famosos, digamos assim”, conta alegremente.

A outra parte da mostra é a apresentação de fotografias, no Museu Nacional, dos também portadores da síndrome de Down Henrique Gurgel, Ian Stuckert, Alexandre DJ, Jéssica Mendes, João Pedro Tauil, além de Henrique Grochocki e Lucio Piantino. Esta revelará as fotografias que os próprios jovens realizaram e as que foram tiradas deles durante o trabalho por um pai de um também portador da síndrome.

Lurdinha garante que eles estão felizes, tanto com a realização do trabalho como pelo resultado que esperam obter. “Eles estão numa felicidade enorme. As fotos são muito boas e vão deixar muito fotógrafo com inveja”, brinca a mãe. Ela acrescenta que será uma exposição bastante profissional e que a expectativa é superar os olhares, dela própria, dos jovens artistas e do público que se fará presente. A exposição vai até domingo, dia 22.

Publicado no Divirta-se

2 comentários:

Jasão disse...

já leste o filho eterno, do Tezza?

Carol Soares disse...

E porque eu nem sabia que vc tinha blog tb, oras? Adorei =)
Vou passar por aqui sempre =)

bjus